sexta-feira, 26 de março de 2010

ANJOS EM NOSSA VIDA

Mais uma fase da minha vida estava começando, não sabia o que iria acontecer ou quem iria encontrar, era um buraco negro talvez...

Não sabia com quem contar, nem com quem conversar sobre temas diversos da minha pequena existência, a minha única vantagem seria meu sorriso e jeito comunicativo de ser.
Comunicação: ato de se expressar ou transmitir uma mensagem, um código que possa ser compreendido por todos ou uma parcela do todo.
Quem não sabe se comunicar direito acaba tendo um problemão...

Muitas vezes me senti sozinho, era terrível, mas ao mesmo tempo sentia sua presença, quem era?O que queria?Qual o motivo de estar lá? Por que eu?

Perguntas no decorrer da vida sempre existiram e existirão, normal até, são ferramentas de nosso crescimento, nossa evolução.

Anjos existem?

Sou obrigado a dizer que sim, mas não aqueles de asas, como nos filmes ou livros de filosofias religiosas, os anjos que me refiro são os de verdade, que sorriem, que olham pra você e com apenas este olhar já dizem tudo que você precisa para sentir-se melhor.

Comigo foi assim, um anjo dessa grandeza em minha nova fase apareceu, surgiu sorridente e silenciosa, discretamente, flutuava, esse anjo especial não poderia agir como nós “meros” mortais, não poderia andar, esse nosso chão é muito sujo para ser tão puro e sublime. Esse anjo flutua.

Quando não podia contar com ninguém, sabia que esse anjo estaria lá, com ele eu poderia contar, mas eu não era fiel a ele, às vezes nós perdemos a fé e não queremos contar com mais ninguém, nem com aqueles que sempre nos ajudam e ajudaram não importando a distância ou a situação em que nos encontramos.
Esse anjo sorridente é uma pessoa comum, pelo menos eu vejo dessa forma, nada de melindres no tratamento, esse anjo permite isso, pois tem grande humildade e simplicidade, era de se esperar atitude deste gênero, peculiar em anjos.
Ele chegava e eu já sabia que estava a me procurar, não falo isso por falta de modéstia, falo isso, pois todos os anjos procuram os seus protegidos é uma ação natural.

Eu pouco converso com meu amigo anjo hoje em dia, mas não quer dizer que não pense nele ou que não me importe, ocorre que em certos momentos de nossa rápida passagem por esse mundo devemos tentar caminhar sozinhos sem ajuda, aliviar o fardo daqueles que nos protegem e confortam, devemos aprender a nos ajudar e é isso que venho tentando, nada mais.

Sei que você anjo amigo sente minha falta, afinal sei que são poucos que o tratam com naturalidade e normalidade, infelizmente sei que é assim...

Saiba apenas que mesmo não o vendo sei que existe e que pensa em mim da mesma forma que penso em você, com carinho e admiração.
Meu anjo flutua e todos percebem sua presença, bom que seja assim e espero que sempre seja.

Meu anjo tem nome e seu nome significa popularidade. Anjos são populares e não seria o contrário com ele.
Suas marcas são comunicação, amizade, otimismo, despreocupação e bom humor, facilmente notado quando temos contato com esse anjo especial.
Meu anjo é minha amiga especial, um ser humano fantástico.

Beijos de quem a admira muito, esse é meu depoimento sobre esse anjo em forma humana.
Meu anjo é você LAÍS.