sábado, 25 de setembro de 2010

Eu?

Eu já pensei muito como seria meu futuro, eu já pensei muito em como seria apenas o amanhã, eu já pensei... Tantas coisas...Mas me deparei com o agora, com o hoje, com o já e não pensei mais.

Eu já quis tantas coisas, hoje já não quero mais.

Eu já sonhei com tantas coisas, hoje já não sonho mais.

Eu já amei tantas coisas, hoje já não amo mais.

Eu já vivi tantas coisas, hoje apenas vivo.

Eu já reclamei de tantas coisas, hoje não reclamo mais.

Eu já chorei por causa de tantas coisas, hoje já não choro mais.

Eu já sorri por causa de tantas coisas, hoje já não sorrio mais.

Eu já conquistei tantas coisas, hoje não conquisto mais.

Eu já perdi tantas coisas, hoje já não tenho o que perder.

Eu já não sou mais eu, hoje não sei quem sou mais.

Eu já menti muito, hoje não sei mais o que é verdade.

Eu já errei muito, hoje já não acerto tanto.

Eu já comparei muito, hoje já não tenho parâmetros.

Eu já ajudei muito, hoje...

Eu...
Quem sou?

O que sou?

Tantas coisas...

Hoje?

Amanhã?

Quando?

Pra quê?

Sei lá?

Sei?

Lá?

Onde?

Tantas coisas...